Estamos em 2018 e talvez um texto como esse pode parecer óbvio, mas não é tanto quanto parece para uma boa parte dos negócios. Antes de mais nada, precisamos te fazer uma pergunta: seu cliente está nas redes sociais? Bom, se a sua resposta foi não, as chances de seu negócio também não estar são gigantescas!

Muita gente ainda se omite e prefere não inserir seu próprio estabelecimento nas redes sociais por alguns fatores bem básicos: falta de tempo para gerir, falta de experiência para tal, falta de verba para investir ou por não acreditar no quanto as redes sociais podem potencializar suas vendas ou até mesmo aumentar seu branding. Você pode até pensar: “poxa vida, meu negócio não tem nada demais para ser ofertado, não tenho nenhum diferencial para a concorrência, por que eu estaria lá?” É por causa de afirmações como essa que três a cada cinco empresas fecham em menos de cinco anos. Você quer realmente fazer parte desse grupo?

Todo mundo tem algo a oferecer e por mais que seja igual e não tenha nada de diferente da concorrência, sua inteligência é essencial para criar esse diferencial. Seja uma padaria ou um pet shop, com certeza há algo a ser ofertado de diferente, só basta você saber como divulgar seu produto ou serviço, e com certeza as redes sociais te ajudarão nesse processo.

Seu cliente está nas redes sociais, não tenha dúvida. São mais de 2 bilhões de usuários ativos no Facebook em todo o mundo, ou seja, se o Facebook fosse um país seria mais populoso até que a China! Não vai ser você que vai questionar mais de um quarto da população mundial, né? Para criar sua própria fan page não é difícil e há milhares de links no próprio Facebook que te ajudam nesse processo (um deles é esse aqui).

Após criar a sua própria página, faça questão de mantê-la atualizada. O Facebook possui milhares de funcionalidades úteis para negócios, tais como: função loja (para e-commerce), eventos, Facebook Notes (para comunicados e textos mais longos), localização (para efetuarem check-in) e o Facebook Ads (para ampliar o alcance de seu negócio de forma inteligente). Claro que com a ajuda de um parceiro especialista você terá muito mais facilidade com todas essas ferramentas, mas nada o impede de tentar: melhor pecar por excesso, sempre.

Mas e meus dados? Após os diversos escândalos envolvendo a política de compartilhamento de dados do Facebook, o mundo inteiro ficou com um pé atrás para a rede de Mark Zuckerberg, porém ainda não é motivo para pânico. Em relação à sua página no Facebook, seu site e qualquer outro lugar digital onde você armazene informações de seus clientes, suas e até mesmo seu patrimônio há uma forma de protegê-lo. Você nunca estará sozinho e cuidado nunca é demais, antes de pensar em existir no online, você precisa se proteger no offline de todas as formas possíveis: tanto nas mais burocráticas como registro de marca, produtos exclusivos e etc para as mais simples como contratação de seguro patrimonial, empresarial e até mesmo o risco cibernético.

Nós sabemos que você acredita que o risco cibernético que seu negócio corre é mínimo, mas na verdade, ele é tão grande ou até maior em relação às empresas de grande porte. Por isso, criamos um seguro que inclui cobertura contra fraudes cibernéticas e até fraude em transações financeiras. Se quiser saber mais a respeito, fale com seu corretor (caso não tenha um, nós te ajudamos aqui)

Agora queremos continuar esta conversa com você. Já criou sua página no Facebook? E nas outras redes? Continue acompanhando essa e muitas outras novidades assinando nossa newsletter!